Resumo do livro Calunga de Jorge de Lima

Introdução

O livro “Calunga”, escrito por Jorge de Lima, é uma obra que mescla elementos de poesia e prosa para contar uma história que se passa no período da escravidão no Brasil. Através de uma narrativa envolvente, o autor aborda temas como a opressão, a liberdade e a busca pela identidade.

Contexto histórico

O livro se passa no século XIX, durante o período da escravidão no Brasil. Nesse contexto, os personagens são retratados como indivíduos subjugados, que lutam para manter sua humanidade e encontrar formas de resistência.

Personagens principais

O livro apresenta uma série de personagens marcantes, como:

  • Calunga: jovem escravo que protagoniza a história e busca sua liberdade.
  • Seu João: senhor de engenho que representa a figura do opressor.
  • Dona Maria: esposa de Seu João, que se mostra mais sensível à situação dos escravos.
  • Luís: filho de Seu João e Dona Maria, que se envolve em um romance proibido com Calunga.

Enredo

A história se desenrola a partir da fuga de Calunga, que decide enfrentar os perigos da vida fora da senzala em busca de sua liberdade. Durante sua jornada, ele encontra outros escravos e compartilha suas histórias de sofrimento e resistência.

Calunga acaba se envolvendo em um romance proibido com Luís, filho de Seu João e Dona Maria. Esse relacionamento desperta questionamentos sobre as relações de poder e a busca pela identidade em uma sociedade marcada pela escravidão.

Temas abordados

O livro “Calunga” aborda diversos temas relevantes, como:

  • Opressão e resistência: a obra retrata a dura realidade dos escravos e sua luta para resistir à opressão.
  • Busca pela liberdade: Calunga representa a busca incessante pela liberdade, mesmo diante de todas as adversidades.
  • Identidade: o romance proibido entre Calunga e Luís levanta questões sobre a construção da identidade em uma sociedade que nega a liberdade e a igualdade.

Conclusão

O livro “Calunga” de Jorge de Lima é uma obra que retrata de forma sensível e impactante o período da escravidão no Brasil. Através de uma narrativa poética e envolvente, o autor aborda temas como opressão, liberdade e busca pela identidade, deixando uma reflexão profunda sobre a história e a condição humana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *