Resumo do livro Dia de São Nunca à Tarde de Roberto Drummond

Introdução

O livro “Dia de São Nunca à Tarde”, escrito por Roberto Drummond, é uma obra que retrata a realidade social e política do Brasil durante a ditadura militar. Através de uma narrativa envolvente, o autor aborda temas como corrupção, violência e luta pela liberdade.

Contexto histórico

A história se passa nos anos 70, em pleno regime militar. O Brasil vivia um período de repressão e censura, onde as liberdades individuais eram limitadas e a população vivia com medo.

Personagens principais

O livro apresenta personagens marcantes que representam diferentes perspectivas da sociedade brasileira da época:

  • Joãozinho: Protagonista da história, é um jovem idealista que sonha com um país melhor e luta contra a opressão do regime militar.
  • Capitão Lamarca: Personagem inspirado no líder guerrilheiro Carlos Lamarca, representa a resistência armada contra a ditadura.
  • Coronel Guedes: Oficial do Exército, simboliza a corrupção e a violência institucionalizada do regime.
  • Amélia: Namorada de Joãozinho, é uma personagem que representa a esperança e o amor em meio ao caos.

Enredo

A história se desenrola a partir do encontro entre Joãozinho e o Capitão Lamarca, que o convence a se juntar à luta armada contra a ditadura. Joãozinho, motivado pela injustiça e pela vontade de mudar o país, embarca em uma jornada perigosa e cheia de desafios.

Ao longo do livro, o leitor acompanha as dificuldades enfrentadas pelos personagens, as perseguições do regime, as torturas e a violência que se tornaram rotina na vida daqueles que ousavam lutar pela liberdade.

Apesar das adversidades, Joãozinho e seus companheiros não desistem e continuam a luta, mesmo quando tudo parece perdido. O livro retrata a coragem e a determinação daqueles que se opuseram ao regime autoritário.

Mensagem do livro

“Dia de São Nunca à Tarde” é uma obra que nos faz refletir sobre a importância da liberdade e da luta pelos direitos humanos. O livro mostra que, mesmo diante das maiores dificuldades, é possível resistir e lutar por um país mais justo e democrático.

Além disso, a obra também denuncia a corrupção e a violência que permeiam as estruturas de poder, alertando para a necessidade de uma sociedade mais justa e igualitária.

Conclusão

O livro “Dia de São Nunca à Tarde” de Roberto Drummond é uma leitura indispensável para aqueles que desejam conhecer mais sobre a história do Brasil durante a ditadura militar. Através de uma narrativa envolvente e personagens cativantes, o autor nos transporta para um período sombrio da nossa história, mas também nos inspira com a coragem e a determinação daqueles que lutaram pela liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *