Resumo do livro Fazenda Modelo de Chico Buarque

Introdução

O livro “Fazenda Modelo” é uma obra do renomado escritor brasileiro Chico Buarque, publicado em 1974. Neste resumo, apresentaremos os principais pontos da história, destacando os personagens e os temas abordados.

Contexto histórico

A história se passa em um momento conturbado da ditadura militar no Brasil, onde a censura e a repressão eram constantes. Chico Buarque, além de músico, também se destacou como escritor, utilizando sua obra para criticar o regime autoritário vigente.

Personagens principais

Joãozinho: O protagonista da história, um homem simples que trabalha na Fazenda Modelo.

Gertrudes: A esposa de Joãozinho, uma mulher sonhadora e esperançosa.

Coronel Siqueira: O dono da fazenda, um homem poderoso e autoritário.

Dr. Virgílio: O médico da fazenda, que mantém um relacionamento com Gertrudes.

Enredo

A história se desenrola na Fazenda Modelo, uma propriedade rural onde Joãozinho trabalha como empregado. Ele vive uma vida monótona e repetitiva, realizando as mesmas tarefas todos os dias. Joãozinho é casado com Gertrudes, uma mulher cheia de sonhos e esperanças, que busca uma vida melhor.

Um dia, o Coronel Siqueira, dono da fazenda, decide implementar um projeto de modernização, trazendo máquinas e tecnologia para substituir os trabalhadores. Isso gera um clima de incerteza e medo entre os empregados, que temem perder seus empregos.

Enquanto isso, Gertrudes se envolve com o Dr. Virgílio, o médico da fazenda. Os dois mantêm um relacionamento secreto, cheio de paixão e riscos. A trama se desenrola entre o triângulo amoroso e as tensões causadas pela modernização da fazenda.

Temas abordados

O livro “Fazenda Modelo” aborda diversos temas relevantes, como:

  • Crítica social: Chico Buarque utiliza a história para criticar a desigualdade social e as injustiças presentes na sociedade.
  • Amor proibido: O relacionamento entre Gertrudes e o Dr. Virgílio mostra os desafios e as consequências de amores clandestinos.
  • Condição do trabalhador: A modernização da fazenda evidencia a precarização do trabalho e a preocupação dos trabalhadores em relação à perda de seus empregos.
  • Repressão política: O contexto da ditadura militar permeia toda a obra, mostrando as restrições à liberdade de expressão e os abusos de poder.

Conclusão

O livro “Fazenda Modelo” de Chico Buarque apresenta uma história envolvente que mescla romance, crítica social e reflexões sobre a condição humana. Através dos personagens e dos temas abordados, o autor nos convida a refletir sobre as desigualdades e injustiças presentes na sociedade, além de nos transportar para um período histórico marcado pela repressão política.

Esta obra é mais uma prova do talento de Chico Buarque como escritor, que utiliza a literatura como forma de expressão e resistência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *