Resumo do livro O Amanuense Belmiro de Cyro dos Anjos

Introdução

O livro “O Amanuense Belmiro” é uma obra escrita por Cyro dos Anjos, publicada em 1937. A história narra a vida de Belmiro Borba, um homem solitário e introspectivo que trabalha como amanuense em um órgão público. O enredo se desenrola em torno das reflexões e experiências vividas por Belmiro, revelando sua visão de mundo e sua luta para encontrar sentido em sua existência.

Personagens principais

1. Belmiro Borba: Protagonista da história, é um homem solitário, introspectivo e com uma visão peculiar da vida.

2. Moraes: Colega de trabalho de Belmiro, é um homem extrovertido e alegre, que contrasta com a personalidade do protagonista.

3. Dona Rosa: Mulher com quem Belmiro se envolve romanticamente. Ela representa a possibilidade de felicidade e amor na vida do protagonista.

Enredo

O livro inicia com Belmiro Borba descrevendo sua rotina monótona como amanuense, onde ele passa a maior parte do tempo copiando documentos. Belmiro é um homem solitário e introspectivo, que se sente deslocado em meio à sociedade. Ele busca encontrar sentido em sua vida, mas se sente incapaz de se conectar com as pessoas ao seu redor.

Belmiro desenvolve uma amizade com seu colega de trabalho, Moraes, que tem uma personalidade oposta à sua. Moraes é extrovertido, alegre e sempre tenta animar Belmiro. No entanto, apesar dessa amizade, Belmiro continua sentindo-se isolado e incompreendido.

Em um determinado momento, Belmiro conhece Dona Rosa, uma mulher que desperta nele sentimentos de amor e desejo. Dona Rosa representa uma esperança de felicidade para Belmiro, mas ele se sente inseguro em relação a esse relacionamento e teme ser rejeitado.

Ao longo da história, Belmiro também reflete sobre a vida, a morte, a arte e a religião. Ele questiona a existência de Deus e busca encontrar um sentido maior para sua existência. Suas reflexões são marcadas por uma profunda melancolia e solidão.

No desfecho da história, Belmiro decide se afastar de Dona Rosa, acreditando que não é merecedor de sua felicidade. Ele retorna à sua rotina monótona como amanuense, resignado com sua solidão e sua visão de mundo.

Conclusão

“O Amanuense Belmiro” é uma narrativa que retrata a vida de um homem solitário e introspectivo, que busca encontrar sentido em sua existência. A obra aborda temas como solidão, amor, religião e a reflexão sobre o sentido da vida. Através das experiências e reflexões de Belmiro, o autor Cyro dos Anjos nos convida a refletir sobre a condição humana e a busca por um sentido maior em meio à monotonia do cotidiano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *