Resumo do livro O Fazedor de Velhos de Rodrigo Lacerda

Introdução

“O Fazedor de Velhos” é um romance escrito por Rodrigo Lacerda e publicado em 2008. A história se passa no Rio de Janeiro e aborda temas como a passagem do tempo, a busca por identidade e as relações familiares.

Enredo

O livro conta a história de João, um homem de meia-idade insatisfeito com a sua vida e que decide se tornar “fazedor de velhos”, uma profissão fictícia na qual ele ajuda as pessoas a envelhecerem rapidamente para que possam aproveitar melhor o tempo que lhes resta. João acredita que ao acelerar o processo de envelhecimento, as pessoas terão uma nova perspectiva sobre a vida e poderão realizar seus desejos antes que seja tarde demais.

Ao longo do romance, João conhece diversos personagens que desejam envelhecer mais rápido, como um jovem jogador de futebol que quer se aposentar e um empresário rico que busca uma nova fase em sua vida. Esses encontros levam João a refletir sobre suas próprias escolhas e sobre o sentido da vida.

Personagens

Além de João, o protagonista, o livro apresenta outros personagens marcantes, como:

  • Marcelo: um jovem jogador de futebol que busca uma forma de se aposentar e aproveitar a vida fora dos campos;
  • Carlos: um empresário bem-sucedido que decide envelhecer rapidamente para buscar uma nova fase em sua vida;
  • Renata: a filha de João, que não concorda com as escolhas do pai e tenta convencê-lo a desistir da profissão de “fazedor de velhos”;
  • Luciana: uma mulher misteriosa que se torna uma das clientes de João e desperta sentimentos conflitantes nele.

Temas abordados

“O Fazedor de Velhos” aborda diversos temas ao longo da narrativa, como:

  • Passagem do tempo: a obra reflete sobre como o tempo afeta as pessoas e como cada um lida com o envelhecimento;
  • Busca por identidade: João, assim como outros personagens, busca encontrar seu lugar no mundo e entender quem realmente é;
  • Relações familiares: a relação entre João e sua filha Renata é um dos pontos centrais da história, explorando os conflitos e o amor entre pai e filha;
  • Realização de desejos: a ideia de que é preciso aproveitar a vida e realizar os desejos antes que seja tarde demais é um tema recorrente no livro.

Conclusão

“O Fazedor de Velhos” é um livro que nos faz refletir sobre o tempo, a busca por identidade e a importância de aproveitar a vida. Com uma narrativa envolvente e personagens cativantes, a obra de Rodrigo Lacerda nos convida a questionar nossas próprias escolhas e a valorizar cada momento que temos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *