Resumo do livro Os Barcos de Papel de José Maviael Monteiro

Enredo

O livro “Os Barcos de Papel” de José Maviael Monteiro é uma obra de ficção que se passa em uma cidade litorânea do Brasil. A história gira em torno de um grupo de amigos que crescem juntos e compartilham sonhos e desejos.

A narrativa é conduzida por meio de flashbacks, que revelam a infância e a juventude dos personagens, mostrando como suas vidas se entrelaçam e se influenciam mutuamente.

Personagens Principais

O protagonista da história é o personagem de nome Luís, que é apresentado como um jovem introspectivo e sonhador. Ele é o centro da narrativa e sua jornada é a que mais se destaca ao longo do livro.

Outros personagens importantes incluem a figura materna de Dona Maria, que serve como uma espécie de mentor e guia para os jovens, e o amigo de infância de Luís, o personagem de nome Zé.

Tema e Simbolismo

O livro explora temas como a amizade, o amor, a perda e a busca pela identidade. Os barcos de papel, que dão título ao livro, são um símbolo recorrente que representa a fragilidade e a beleza da vida.

A obra também aborda a questão da memória e como ela pode ser distorcida ou romantizada com o passar do tempo.

Sequência de Eventos

A história começa com a apresentação dos personagens principais e sua infância em uma cidade litorânea. À medida que a narrativa avança, os personagens crescem e enfrentam desafios e mudanças em suas vidas.

O livro alcança seu clímax quando Luís enfrenta uma perda pessoal e é forçado a reavaliar sua vida e seus relacionamentos. A obra termina com uma reflexão sobre a importância da memória e da amizade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *